quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

NA NOITE NASCE A POESIA

NO LUAR DA MADRUGADA
NESSA IMENSA NOITE FRIA

APENAS O SILÊNCIO
MAIS NADA
FAZ SENTIR A POESIA



6 comentários:

Vera disse...

Apenas o silêncio...
Pequena frase, mas intensa e poderosa!


Beijo

Maria P. disse...

Quanto do silêncio é poesia...

Parabéns por este "Noites de Poesia"

Um abraço*

Paula Raposo disse...

Concordo...as noites são frias em Évora!! Beijos.

lirio disse...

Passei ao acaso e li este seu cantinho que nos fás sonhar, pois o poeta é mesmo um sonhador.
Abraço amigo de LuiZacarias

Duas Caras disse...

Adorei!!
Meus parabéns pelo poema!
E a foto ficou impressionou bastante.

Fique com Deus.

Luisa Zacarias disse...

Passando para emblezar teu blog rsrsrs
beijo poético
Amigo Paulo C Silva o POETA
E Grande HOMEM!!!